Emagrecer baseado na própria genética

Todos os dias surgem novos métodos de emagrecimento, alguns bem mirabolantes e outros um tanto polêmicos. Uma nova dieta que tem causado muita polêmica é a dieta genética ou do DNA, nela o perfil genético do indivíduo deve ser analisado antes de iniciar o processo.

O processo começa com um exame de DNA que deverá descobrir como a genética do indivíduo reage com alguns tipos de alimentação e exercícios. Essas informações mostram a velocidade do metabolismo, a facilidade de ganho de peso, absorção de gordura, proteínas e carboidratos. Alguns desses testes podem até mostrar como o corpo reage a alguns tipos de exercícios físicos.

Após toda essa análise cada pessoa descobre qual o melhor tipo de alimento e exercício sugeridos para levar uma vida saudável. Nutricionistas montam um cardápio elaborado individualmente e uma rotina de exercícios adequados para o corpo do paciente. Essa dieta também é recomendada para quem está com o peso adequado e quer apenas levar uma vida saudável.

O ponto positivo desse processo é que cada indivíduo descobre o que é recomendado para o seu corpo já que a avaliação é individual. Todos esses testes podem ser feitos em clínicas especializadas em DNA e nutrição, toda a dieta é acompanhada por médicos e nutricionistas.

Já o maior problema da dieta genética é que para efetuar o tratamento a pessoa terá que desembolsar muito dinheiro, toda essa pesquisa custa caro e o acompanhamento médico também.

Essa pode ser a grande solução para quem quer começar a recomendada reeducação alimentar e descobrir se existe alguma intolerância alimentar em seu organismo. Mas se por acaso você não tenha dinheiro para realizar o tratamento, procure um médico e tente a reeducação alimentar tradicional, acompanhada de exercícios físicos, só assim você conseguirá atingir seu peso ideal e levar uma vida mais saudável.

Escreva seu Comentário